Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

sábado, 28 de julho de 2012

Abraço?

Alguém me disse em tom de brincadeira, quando  não se merece abraço nenhum, o resultado é?
ZERO abraços.
Essa frase fez-me pensar. Por vezes, quando menos merecemos um abraço é quando mais precisamos dele. 


15 comentários:

  1. Mas ñ tenhas dúvida!
    Às vezes até se pode ñ merecer...mas o Abraço
    faz milagres!
    E...quem sabe?
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa,

      Nem imaginas os milagres que um abraço pode fazer!

      Abraço

      Eliminar
  2. Pois, pois!

    E a diferença entre as causas que levam a não o "merecer"?

    A sério, muito a sério?
    Todos, mas todos nós necessitamos de um abraço!
    As razões dessa necessidade? Podem ser variadissimas, mas todas são válidas.

    Abraço.
    Abraços, muitos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Teresa,

      Faz diferença, a "causa"?
      Claro que todos necessitamos de um abraço, principalmente aqueles que dizem "não preciso"!

      Abraço grande

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Olá Chica,

      Abraço grande para ti!

      (Já regressaste das férias? trouxeste algum céu?)

      Eliminar
  4. Essa coisa do merece, não merece, precisa, não precisa, é muito relativa (filosofando!...)

    O mal, quanto a mim evidentemente, é, sempre foi e continuará a ser "a má distribuição" e "a má gestão" dos nossos afectos. Isto partindo do princípio que quando damos ou enviamos um abraço a alguém o fazemos com sinceridade.

    Muitas vezes damos abraços a quem não OS merece (atenção que não disse "a quem merece" porque, em princípio, todos merecemos alguma coisa...) e negligenciamos quem merece e quem OS merece.

    De um abraço TODOS precisamos, quer mereçamos, quer não.

    E a palavra "abraço", quanto a mim, não significa apenas "o acto de abraçar", é muito mais do que isso. Significa "ligação", "união", "amizade", "carinho", "mimo", "atenção", etc... E, o "não-abraço" ou a ausência dele, significa "negligência", "indiferença", "desligamento", "desleixo", etc...

    Então, aqui vai um abraço e envio-o por dois motivos: porque é verdadeiro, sincero e porque, tal como digo acima todos nós "merecemos" alguma coisa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tétis,

      Merece, não merece...claro que é relativo como tudo na vida (até ela).
      Damos abraços a quem não os merece? Ou a quem não os parece merecer?
      Relativo, claro ou nem por isso?
      Gestão do afectos? não te esqueças que essa gestão é feita pro nós e como tal relativa!
      Mas mesmo assim felicito-te por teres encontrado tantas palavras para definir ABRAÇO, eu não consigo encontrar nenhuma, mas sei bem o que é sentir um abraço verdadeiro quando eu não o mereço ( ou julgo que não o mereço, deixo a opção a quem o dá).

      Abraço grande e com respeito

      Eliminar
  5. Um abraço como defini-lo? Para mim é aconchego, necessidade de expressar ou agradecer, acarinhar, confortar, valorizar um grande bem.Adoro abraçar e olha meu amigo, que abraço até lugares rsrsrs.Acho que ele nos passa uma energia e quando alguém está tristonho , basta acolhê-lo entre os braços, para confortar.Um abraço parece asas, onde um “anjo” nos acomoda debaixo delas e nos faz sentir que ali temos um lar, para depositar nossos sentimentos. Teu pensamento Argos é igual ao meu. Quando menos se merece mais se precisa.

    PS: Ainda em Algarve?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fernanda,

      Abraças pessoas e lugares?
      Tu abraças a vida e tudo o que de bom ela contém!
      Continua assim e...

      Abraço grande

      Eliminar
  6. O abraço é como um colo! Todos nós (atrevo-me a dizer), precisamos de um "aconchego".
    O merecer ou não merecer entra no campo da relatividade e por isso, quem define o quem merece ou não?!
    Bjo

    ResponderEliminar
  7. Argos, dás-me licença?!

    Só uma palavrinha ao Álvaro.
    Por vezes surpreendes-me, só isso!
    Pela positiva? Sem dúvida!

    Abraço aos dois.

    ResponderEliminar
  8. Olá Teresa - Nem aqui me deixas em paz:)? - Sou humano, sabias:)!
    Abraço Grande

    ResponderEliminar
  9. Olá Álvaro,

    Abraço é como um colo, concordo. Segurança, protecção e amor.

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Teresa,

    Dou-te licença de dares quantas palavrinhas quiseres ao Álvaro e também, podes dar abraços, muitos!
    ( mas olha que o "Curtinhas" é um porto de abrigo, nada de lhe bateres)

    Abraço?

    ResponderEliminar