Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Porquê?


Liberta-te!
Constrói pontes!
Assim podem magoar-te à vontade.
Que mal tinha o muro? 

14 comentários:

  1. Eu sou livre,

    construí pontes... magoaram-me o quanto quiseram... hoje não magoam mais...

    o muro? Não era muro, era muralha... "Muralha da China" porque esta muralha defendia e ainda defende a quem muito ama... amigos ou amores!



    Quando me perguntaste porquê, que queres ao certo saber?

    Um abraço da mesma dimensão que eu, grande!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alexandra,

      Porquê tudo,tudo mesmo. Um exemplo?
      Porque é que andamos todos por aqui?

      Abraço grande

      Eliminar
    2. Argos,

      em pequeno costumavas perguntar quem eras, porque estavas aqui?

      Não sei porque razão te faço com olhos grandes que parecem faróis. Quanto ao que me perguntas é assim, todos nesta vida temos uma missão... a principal de todas encontrar felicidade e partilhar com quem nos rodeia, com quem nos ama! 

      Seguidamente nós temos de ser aquilo que somos, respeitando a nossa essência. Devemos ter primor na transparência dos nossos sentimentos e emoções! Tu e eu, como tantos outros andamos por aqui para evoluir, para entender que não há de mais importante que amor próprio, amor pelo outro... há muita teoria, mas pouca acção!

      Um beijinho e podes perguntar mais se quiseres!

      Eliminar
  2. Argos,
    O muro protegia-te, era? Não, isolava-te.

    As pontes servem para te te libertar precisamente. Servem para te levar aonde querias ir. Servem para ficares mais próximo das estrelas.....

    Unir, ligar:) O muro, separa.

    Alguma coisa a ver com 28 de Outubro?

    Abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pontes servem também para magoar.
      O muro isolava-me, mas se olhasse para o alto via as estrelas.

      Abraço grande


      Eliminar
    2. Não meu caro!

      Sei o que queres dizer, sei o teu estado de espírito, e está a influenciar os teus comentários. As pontes passam por cima dos muros e ficas mais perto das estrelas. Entendes?

      Abraço muito grande amigo

      Eliminar
    3. Talvez tenhas razão, vou dormir, amanhã é outro dia!

      Abraço grande e obrigado

      Eliminar
  3. Há pontes que se apoiam nos muros, mas aviso vos já que a construção civil também está em crise...


    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... está tudo em crise!


      abraço grande

      Eliminar

  4. Mas as pontes também precisam de manutenção, Argos. São espaços de passagem e sem elas... só a nado ou a pé. Os muros... não têm mal nenhum e são assim como as pontes espaços a terem de ser transpostos. Aquelas longitudinalmente, estes
    em altura... Até cansam!

    O melhor é não ter de deparar com uns e ter de atravessar as outras. O melhor é voar... com flexibilidade e muito dinamismo.

    Beijo

    Laura

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Laura,

      Um segredo: Ninguém voa.

      Abraço grande

      Eliminar
    2. Posso?
      Então a casinha, sem portas, só com janelas?

      Abraço grande
      Beijinho à Laura

      Eliminar
    3. É uma mentira para seguirmos em frente.

      Abraço grande

      Eliminar

    4. Argos! Então estiveste agora a ver o meu voo. Bati, desesperadamente, as asas até lá chegar e depois planei devagarinho até ao pôr do sol.

      Não há pontes na lonjura, nem muros que o pensamento e o querer não derrubem.

      Há cubatas de adobe e colmo, sem portas para o terreiro, há fogueiras enormes no chão de terra batida e o batuque louco dos tambores e uma abóbada imensa de estrelas... desdobrando-se.

      E não é mentira! O sonho só é mentira quando pesadelo. Vou descansar do eu voo.


      Beijinho ao JP.

      Abracinho para ti

      Eliminar