Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Para meditar


“Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura…”

Alberto caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema VII"
Heterónimo de Fernando Pessoa


7 comentários:

  1. Argos querido.
    É muito bom tê-lo por lá.
    Sabe? O tamanho estar na humildade de olhar.
    Não suma, "gosto de ti desde a lua até aqui".

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Que bom que fostes por lá outra vez Argos.
    Quanto a música sabia, foi Sardet não foi? Um senhor que chamei de pai, seu Joaquim dai de Portugal cantou pra mim uma vez. Amei e nunca mais esqueci.

    Argos quanto a sua pergunta a esta frase.
    As diferenças é que nos tornam iguais.Porque amamos diferenciados.E no final amor, com amor se recompensa.

    ” E se as diferenças (fisicas e psicológicas)forem tão grandes que nem o amor as consegue ultrapassar”?

    Meu amigo não existe diferenças quando há amor. O amor salta qualquer obstáculo. Este é o único sentimento que chega ao infinito.Se não chegar não era amor.
    Sei bem o que te digo, acredita.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Bom dia meu amigo querido, querido!
    Fico tão feliz que te faço bem com minha escrita Argos.Mas acredite, só sentes assim porque teu coração é precioso.A essência carrega uma sensibilidade éxclusiva. Só nos emocionamos com algo ,se por dentro houver um tesouro. Os duros de coração não se permitem ao menos questionar-se.

    Beijão amado.

    ResponderEliminar
  4. Mocinho,
    você me fez flutuar de alegria.Não digo pular, porque ontem machuquei a perna e fiquei de atestado medico até segunda rsrrs.

    Argos, queria que soubesse que é tão bom amar e ser amado.No orfanato eu sempre amei para que meus amiguinhos fossem mais felizes, e a felicidade deles era aminha. O amor que lhes doava, era como se viesse de volta para mim.

    Depois na rua, fui conhecendo pessoas que passaram a gostar de mim. Então fui sentindo um pouco desse amor e vi que é muito bom receber.
    Por isso, jamais deixo de doar amor, e isso façosem distinção.

    Você me deixou tão feliz.
    Obrigada querido.

    ResponderEliminar
  5. Boa noite Argos.
    Dormi bastante durante o dia, acordei agora rsrsrs.Não dormi a noite por causa da queimadura na perna.Passei agora para te deixar um beijo.

    Com carinho

    ResponderEliminar
  6. Argos, meu amigo querido.
    Obrigada por preocupar-se comigo.Estou recuperando-me.
    Foi uma queimadura grande na perna, descarga de moto. Ecostei sem querer a perna numa sem perceber.
    Estava com saudades, obrigada por se lembrares.

    Você é muito querido para mim.
    Beijão e se cuida moço.

    ResponderEliminar